Os dons espirituais cessaram? Teólogo afirma que não

Para Marcello Oliveira os dons vêm pela graça e servem para ajudar a igreja e ao próximo

     O pastor e teólogo Marcello Oliveira escreveu um estudo em seu blog onde afirma que os dons espirituais descritos pelo apóstolo Paulo em I Coríntios 12 não cessaram e continuam manifestos na igreja contemporânea.

     Neste texto Paulo fala sobre os dons da sabedoria, da palavra da ciência, da fé, dons de curar, de operar maravilhas, de profecia, dom de discernir espíritos, variedade de línguas, e interpretação de línguas.

    “Os dons espirituais não foram dados à igreja para projeção humana nem como aferidor da verdadeira espiritualidade. Os dons espirituais foram dados para a edificação do corpo de Cristo,” diz o pastor.

     Para ele há três grupos de pessoas com posicionamentos diferentes sobre os dons espirituais dentro da igreja.



      Primeiro tem os cessacionistas, pessoas que acreditam que esses dons só foram manifestos na igreja primitiva. Em segundo está o grupo que o pastor Oliveira classificou como ‘ignorantes’, se referindo a um grupo de cristãos que não sabem nada sobre os dons.

       Em terceiro lugar estão os que crêem na atualidade dos dons espirituais, grupo no qual Marcello Oliveira se encaixa, acreditando que esses dons são concedidos pelo Espírito Santo e que ainda estão disponíveis na igreja contemporânea.

      O pastor também ensina sobre outros versículos desse capítulo dizendo que as palavras do apóstolo Paulo tratam de dons, de serviços e de realizações. Ele conclui que os dons vêm pela graça de Deus, para que as pessoas sirvam e ajudem outras pessoas.

     “Deus nos dá dons para servirmos uns aos outros e não para nos exaltarmos nossas virtudes ou habilidades. A finalidade do dom espiritual não é autopromoção, mas a edificação do próximo,” escreve.

Confira o estudo aqui

Fonte: Gospel Prime

Postagens mais visitadas deste blog

O Crente Tíquico

Deus existe sim! Argumentos sobre a existência de Deus.

Dúvida bíblica: Qual a diferença entre alma e espírito?