Devocional: A cananéia - rompendo barreiras

     Mateus 15:21-28

    O silêncio era gritante, o mesmo que um não-ignorado. Ser ignorado é desprezivelmente torturador. Aquela atitude dEle cortava-lhe a alma, a alma de uma mãe aflita, de uma mulher que sofria, além dos problemas de saúde de sua filha, a ideologia imperialista israelense recheada de preconceitos éticos, culturais, religiosos, econômicos, políticos e de gênero. Sim, nunca foi fácil ser MULHER.

     Mulher de fibra não desiste com facilidade, como boa “cachorrinha”, humildemente se submete a comer as migalhas que caem das mesas dos filhos do dono da casa” e com esse gesto cativa o coração do PROVEDOR, movendo barreiras antes intransponíveis.

    O rompimento dessas barreiras abriu possibilidades para a filha dela, o Mestre e seus discípulos, foi um aprendizado socializado e com poder de ampliação até nós.
Se uma mulher é capaz de mudar um mundo, uma mãe desesperada é capaz de mover o coração de Deus.

Por: Mag Cordeiro

Postagens mais visitadas deste blog

O Crente Tíquico

Deus existe sim! Argumentos sobre a existência de Deus.

Jovens Cristãos: 20 Consequências da Masturbação