Notícia: Pastor Samuel Câmara faz severas críticas contra a CGADB na 40ª AGO das Assembleias de Deus

     Durante a 40ª Assembleia Geral Ordinária, que aconteceu na semana passada, o pastor Samuel Câmara da Assembleia de Deus de Belém do Pará  fez críticas severas contra o presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, o pastor José Wellington.

      O líder da Igreja Mãe começa seu discurso mostrando sua indignação com a reunião que aconteceu na manhã daquele dia onde foi dito que os membros da Convenção do Pará são desviados, bandalheiros e arruaceiros. Ele então pede para que o presidente prove essas acusações na próxima reunião.

     Caso contrário, a Igreja do Pará que tem sido desrespeitada saberá do que foi dito e romperá com a convenção geral. “Aqui não se desrespeitam Igrejas, nem caráter de indivíduos”, disse Câmara sobre a AGO.

     O microfone do pastor Samuel chegou a ser cortado diante das acusações que seguiram sobre vários desentendimentos que os dois tiveram no passado. Outro assunto que foi levantado foi sobre o linchamento de um pastor que aconteceu com a permissão da mesa diretora da Convenção Geral.

     Câmara também denuncia que as convenções estaduais que apóiam outros candidatos pra disputarem as eleições na CGADB passam a não ter apoio dos aliados do presidente reeleito, José Wellington. As últimas palavras do pastor Samuel Câmara são: O poder dos senhores não é eterno!

Assista:

Fonte: Gospel Notícias

Postagens mais visitadas deste blog

O Crente Tíquico

Deus existe sim! Argumentos sobre a existência de Deus.

Dúvida bíblica: Qual a diferença entre alma e espírito?