Relacionamento: Pesquisa científica mostra que para ter um bom relacionamento deve-se conhecer bem seu amigo

    

     Um novo estudo publicado no periódico Psychological Science afirma que pessoas que não procuram conhecer bem a personalidade e atitudes de seus amigos prejudicam seus relacionamentos de amizade.

     Charity A. Friesen, co-autora do estudo, afirma que existem muitas formas de se conhecer alguém, conhecendo suas características pessoais e como a pessoa reagiria a diversas situações e comportamentos, tendo um conhecimento mais detalhado do amigo. Ela explica que “você pode saber que a pessoa é extrovertida quando sai com amigos, mas mais introvertida quando está em uma nova situação”. Atitudes assim, que variam de acordo com a situação, fazem parte do que a pesquisa chama de perfil “e-se”.

     Para um experimento, Friesen e a outra autora do estudo – Lara K. Kammrath – recrutaram estudantes universitários e seus amigos e pediram a eles que preenchessem um questionário online separadamente. As perguntas incluíam situações “gatilho”, que poderiam causar irritação seus amigos, usando palavras como ceticismo, perfeccionismo, timidez, entre vários outros. Para cada comportamento citado no questionário, os participantes diziam o quanto a situação incomodava a si próprio e ao seu amigo.

     Os resultados mostraram que enquanto algumas conheciam bem as reações dos seus amigos, outros não sabiam quase nada - e isso afetava a amizade entre os dois. Pessoas que conheciam bem seus amigos tinham menos conflitos um com o outro e estavam menos frustrados com seus relacionamentos. É possível designar características a alguém que conhecemos pouco, mas conhecer perfil “e-se” do companheiro é o que realmente pode trazer benefícios à amizade

Com informações de Association for Psychological Science, 25 de março de 2011

Fonte: Bibliomed

Postagens mais visitadas deste blog

O Crente Tíquico

Deus existe sim! Argumentos sobre a existência de Deus.

Jovens Cristãos: 20 Consequências da Masturbação